quarta-feira, setembro 14, 2016

O prazer na banana

Cortava hoje uma banana com mestria, influenciada pela criatividade que o documentário Chef's Table me tem proporcionado, e recuei a uns tempos em que o consumo diário de uma banana representava para mim o doce momento do dia. 
A conduzir pela Avenida Montevideu e Avenida Brasil, ia saboreando a banana na sua mole suavidade e doçura, sem culpas, a caminho do dispêndio energético do dia.
Hoje, tal como naquelas dias, a banana aconchega-me desde o palato até alma no caminho que faz para o meu estômago.


Resta a taça vazia, onde comi a minha banana, com flocos de aveia e kefir.

Rua das Flores e as nossas diferenças

Que a Rua das Flores, no Porto, está diferente há algum tempo, quem passou por lá já se apercebeu. Bonita, glamorosa, divertida, atraente,turística, charmosa são adjetivos que não esgotam o seu encanto.


Que quem passa por lá também sente as suas próprias diferenças, isso já é com cada um. O pisar do chão, o olhar das montras, dos espaços, o sentir o movimento da rua. Tudo muda. Um contínuo que se nos acrescenta.

quinta-feira, setembro 08, 2016

A borboleta

As borboletas são insectos cujo ciclo de vida decorre em 4 fases: ovo, larva, pupa e imago.

Culturalmente representam a transformação. Momentos esses em que a vida nos transforma e não mais somos o que éramos anteriormente.

sexta-feira, março 11, 2016

quinta-feira, março 10, 2016

O que eu gosto da letra "T"

A conclusão foi ele quem a tirou:

- O que ela gosta da letra "T"! Ela é "Tânia", "titi" e agora acrescentou outros "Ts" na sua vida!